Bebê é dada como morta, mas pais abrem caixão antes de enterro e encontram filha viva

Quarta, 14 de Agosto de 2019 - Cidades Vizinhas - Visualizações: 475

Metro

A perda de um filho é certamente uma das situações mais tristes na vida dos pais. O momento torna-se ainda mais triste na hora do velório e enterro, quando há a certeza de nunca mais ver o ente querido novamente. Mas no caso dos pais que você verá a seguir, eles até receberam a notícia do falecimento da filha, mas felizmente não precisaram prosseguir com o sepultamento.

Analia Bouter e o marido estava esperando uma menina. Mas o problema começou quando, aos 6 meses de gestação, a mulher entrou em trabalho de parto, sendo necessário fazer a cirurgia cesariana de forma prematura, o que pode causar problemas na criança.

Prosseguindo com o parto, a menina finalmente nasceu, mas o que os pais não esperam era a triste notícia do médico. De acordo com o profissional que realizou a cirurgia em Analia, a criança estava morta, o que foi um grande choque para a mulher e seu marido.

Como Analia estava sob efeito de sedativo, não conseguiu sequer ver o rostinho de seu bebê. Ela decidiu que queria dar uma última olhada na criança e foi ao necrotério, no Hospital Perando, que fica localizado na cidade de Chaco, na Argentina.

A menina já havia sido preparada e estava dentro do caixão no necrotério do local e a mãe abriu o compartimento, mas viu algo que nunca poderia imaginar. Ela escutou um choro de criança e também viu a mãe da filha se mexendo. Desesperadamente, Analia pegou a criança e a segurou nos braços, com vida.

A direção do hospital afirmou que puniu o médico que deu o diagnóstico errado com suspensão. A menina, que iria ser chamada de Liliana, agora foi nomeada de Luz Milagros. Mesmo tendo passado cerca de 12 horas no necrotério, a pequena está saudável.

Compartilhe
facebook - twitter - gplus - pinterest WhatsApp