Vulnerabilidade compromete segurança da Internet

Falha no WordPress permite que um computador derrube sites feito na plataforma

A maior plataforma usada para fazer websites na atualidade, o WordPress, estava sob uma séria vulnerabilidade. A falha permite que um único computador gere um ataque de DoS (quando um site é derrubado por excesso de acesso) em sites desenvolvidos na plataforma, colocando em risco milhões de páginas em todo o mundo.

O WordPress – Para entender a extensão do problema é preciso saber que atualmente, de acordo com a W3Techs (empresa especializada em pesquisas sobre a Web), o WordPress é usado como plataforma online por 29,4% de todos os sites que estão no ar no mundo.

Porém uma falha “ingênua” no sistema da plataforma gerou uma vulnerabilidade grave. A própria equipe do WordPress reconheceu a falha e argumenta que o problema deva ser tratado no nível do servidor da rede.

A falha – A vulnerabilidade, encontrada pelo pesquisador israelense, Barak Tawily, possibilita que se tire proveito de um script interno do WordPress, o load-scripts.php. Esse script permite que várias requisições sejam feitas de uma vez só (o chamado ataque DDoS) por qualquer um, sem autenticação. O resultado final disso seria uma completa paralisação de sites e em alguns casos de provedores inteiros.

O risco para os provedores e donos de site

Um ataque como este, do tipo Denial of Service, ou Negação de Serviço (DoS) consiste em causar lentidão ou indisponibilidade em um site na Internet. Hoje em dia é comum os ataques do tipo DoS, que são os ataques de negação de serviço distribuídos. Nesse caso, o site recebe um número imenso de requisições, muito maior do que a sua infraestrutura pode suportar, e o site trava.

A solução

A princípio, a lógica seria pensar que a última versão do WordPress lançada no dia 6 de fevereiro (4.9.4) resolveria tudo. Mas não é bem assim: na nova versão o script pode lidar com requisições que contenham até 40 arquivos em sequência;  isso diminui, mas não resolve o problema – um servidor que contenha várias instâncias do WordPress, ou tenha um WordPress configurado para gerenciar vários sites, ainda pode ser vítima desse ataque. Uma vez que o criminoso pode fazer requisições para todas essas instâncias do WordPress, e assim paralisar o servidor da mesma maneira.

Pioneira no serviço de hospedagem de sites, a Hostnet entendeu o risco da situação para o provedor.  As equipes de infraestrutura e de desenvolvimento da empresa de tecnologia online tiveram acesso à correção proposta pelo pesquisador israelense, mas se empenharam em busca de uma solução alternativa, desenvolvida a partir da original, que resolve o problema para qualquer versão do WordPress.

A empresa reportou em seu blog como a falha ocorre e como resolver esse problema de forma simples, clique aqui para ter acesso ao comunicado oficial da empresa.

A Hostnet rodou scripts para aplicação de um antídoto a esta falha de segurança. Implementando, em todos os seus servidores que contém o WordPress, uma solução eficaz. Todos os clientes da empresa estão totalmente imunes contra possíveis ataques de negação de serviço. A Hostnet está segura entretanto a grande maioria dos sites em WordPress da rede mundial continuam vulneráveis.

Sobre a Hostnet

A Hostnet é uma empresa pioneira no mercado de hospedagem de sites e registro de domínio no Brasil. Tem mais de 50 mil clientes que hospedam ou já hospedaram seus sites e administra domínios registrados por ela ao longo de 16 anos de existência. A Hostnet desenvolveu um sistema de franquia disponibilizando para o franqueado todo o conhecimento acumulado nesses anos de atuação no mercado de Internet, infraestrutura, sistemas e marketing digital.

Mais informações da Hostnet clique aqui

Contato para a imprensa:
Tuiuiú Comunicação
Alexandre Fontoura (21) 99124-6924
Mabel Antunes (21) 98818-0022