Ministério do Turismo deve ser comandado por ex-auxiliar de Geddel

O Ministério do Turismo deve passar para o comando de Carlos Henrique Menezes Sobral, supra-auxiliar de Geddel Vieira Lima (MDB) e de Antonio Imbassahy (PSDB). De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, Sobral, atualmente, é chefe de gabinete do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. O nome ligado ao MDB deve ascender ao posto quando o atual titular, Marx Beltrão, deixar a pasta para concorrer ao Senado por Alagoas. Descrito como um hábil negociador, de trato fácil e temperamento expansivo, Carlos Henrique Menezes Sobral já foi indicado como “nomeador-geral da República”. Ministros e assessores de Temer têm “muita confiança” em Sobral e se sentem “confortáveis” em lidar com ele. Não raro, é chamado ao gabinete do presidente para relembrar o histórico de cargos ou de posição em votações importantes de algum deputado. Sobral costuma saber tudo de cabeça, segundo o Estadão.