Campo Formoso terá uma agroindústria da mandioca a partir de maio

A localidade de Caraíbas, zona rural de Campo Formoso (BA), vai receber uma agroindústria de mandioca a partir de maio deste ano. A ideia visa produzir farinha, tapioca e bolos para exportações. O projeto será custeado pelo Instituto InterCement e vai beneficiar cerca de 70 famílias.

O representante do Instituto InterCement, Eduardo Parente, comentou a inciativa no Jornal 98 Notícias deste sexta-feira (02).“É uma casa com inspeção da vigilância sanitária municipal. É um produto que vai poder ser vendido em supermercado, não só em Campo Formoso, mas em todo o Brasil. A obra já foi levantada, a ideia é inaugurar em maio. (…) É um valor de cerca de R$ 400mil”, disse Parente.

A certificadora ABC orgânicos é a entidade autorizada pelo Governo Federal para avaliar a mandioca de Caraíbas. O coordenador Jorge Antônio falou dos trabalhos. “Nosso próximo passo é marcar visitas com os produtores, temos também que fazer as análises do solo para ser enviado para o Ministério da Agricultura para saber como está o solo e as folhas. (…) A gente tem que dar a garantia que o produtor não coloca produtos químicos”, afirmou.

De acordo com o representante do Instituo InterCement, o terreno em Caraíbas foi doado pela prefeitura de Campo Formoso (BA). A construção do prédio está em fase de acabamento. Em breve as famílias vão receber capacitação para o manuseio dos equipamentos.

Fonte: Rádio 98 Fm