Após vitória sobre Holly Holm, Cris Cyborg diz que toparia lutar contra Amanda Nunes

A brasileira Cris Cyborg se manteve com o cinturão do peso-pena do UFC ao vencer Holly Holm, no último sábado (30), em Las Vegas, pelo UFC 2019, por decisão unânime. Após a luta, ela disse que toparia uma superluta com a baiana Amanda Nunes, dona do cinturão no peso-galo. “Eu sempre disse que não queria lutar com brasileira, mas a Amanda Nunes já está me desafiando, desafiando quem ganhasse essa luta, então eu luto com quem o Dana White colocar. Se os fãs querem ver essa luta…com certeza os brasileiros vão ficar divididos. Eu gosto de lutar, é meu trabalho, e se me botarem para lutar com a Amanda essa luta vai acontecer”, disse ao programa Sensei SporTV. Ela também valorizou o triunfo sobre Holm e enalteceu a carreira da adversária. “Eu estou feliz, consegui mostrar um pouco do meu trabalho. A Holly é uma grande adversária e a gente não consegue fazer uma grande luta se não tiver uma grande adversária. Essa luta, foi ela que me ajudou a fazer. Eu acho que a Holly corre bastante, tem muita experiência, e fez com que a luta fosse empolgante. Mas não sei se foi a luta mais importante da minha carreira, porque eu ainda vou lutar mais, essa não foi a última. Quem sabe quando eu me aposentar eu vou conseguir saber se essa foi uma das mais duras que eu já fiz”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *