Mãe de vítimas diz que ‘ninguém sabe como’ médica foi inocentada e vai recorrer

Foto: Reprodução / Facebook / Correio

A mãe dos gêmeos Emanuel e Emanuelle, Marinúbia Gomes, falou de forma calma à imprensa depois que a médica Kátia Vargas foi considerada inocente pelo júri (veja aqui). “Lutei quatro anos pelo júri popular e agradeço a Deus, hoje, por ter conseguido o que tantas pessoas não conseguem. Ela foi inocentada – ninguém sabe como – através do júri popular. Cabe recurso. Vamos recorrer. Deus no controle. É normal o descontrole de Mércia porque Emanuel era como um filho. É muita dor pra gente. Mas eu vou recorrer através do MP e dos meus advogados. E eu não lutei quatro anos pra nada, vou continuar lutando. A luta continua”, gritou, recebendo apoio dos presentes. Para Marinúbia, a justiça não foi feita no caso dos seus filhos, mas mesmo assim ela está com “o coração tranquilo”. “Continuo acreditando na Justiça, tenho fé e não vai ficar impune. Já fui avisada por Deus. Ele me trouxe ao júri popular, ela foi inocentada. Eu já esperava que ela fosse condenada ou inocentada. Meu coração está tranquilo por isso. Eu sabia que ela podia ser inocentada ou condenada. Então pra mim não é surpresa nenhuma. Pelo amor de minha família. Se o júri diz, com sete pessoas, que ela é inocente… ela é inocente senhor? (questiona olhando pro céu) Cabe recurso? Cabe. E terá”, prometeu. Tia das vítimas, Mércia Gomes ficou bastante abalada com o resultado e gritava contra a família da médica. “Cínico, rindo da gente, essa filha dela maldita, rindo na vista da gente. Essa filha ridícula. Kátia Vargas é assassina. Ela matou. Eu não sei o que está por trás disso. Mas ela vai morrer”, prometeu a tia, quando Marinúbia completou: “Mas não por nossas mãos”. A mãe dos jovens ainda defendeu que “cada um tem direito a seu desabafo”. Veja o depoimento da mãe:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *